Páginas

sábado, 6 de outubro de 2012

PM de Itaú realiza prisão em flagrante por compra e venda de votos

Policial e acusados chegando à delegacia de polícia Civil, em Apodi

  Na manhã deste sábado (6 de outubro), a polícia militar da cidade de Itaú, que vem realizando um trabalho ostensivo de combate ao crime eleitoral nos últimos dias sob o comando do Sgt. Xavier realizou uma prisão em flagrante pelo crime de compra e venda de documentos pessoais.
  A prisão ocorreu por volta das 10h00min quando através de uma denúncia anônima a polícia chegou a pessoa de Francisco Aurino Da Silva, popularmente conhecido como "Brinquedo do Cão" que se encontrava "tomando umas" em um bar na zona urbana da cidade e, segundo o denunciante, o mesmo estaria dizendo que havia vendido seu voto por R$ 100,00 para a pessoa de "Zé de queca". Ao ser indagado pelos policiais, "Brinquedo do cão" confirmou toda a história e acompanhou a polícia até o bar do acusado. Ao chegar no bar do acusado, a polícia realizou uma busca com a autorização do mesmo em seu estabelecimento comercial e lá encontrou o título e a identidade de "Brinquedo do cão".
  José Linhares Da Silva, vulgo "Zé de Queca" recebeu voz de prisão e foi conduzido até a delegacia de polícia Civil de Apodi juntamente com "Brinquedo do cão" e os documentos apreendidos. Os dois foram autuados pelo Art. 299 do código penal (Omitir, em documento público ou particular, declaração que dele devia constar, ou nele inserir ou fazer inserir declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito...) e serão devidamente liberados após pagar a fiança estipulada pelo delegado.


Confira abaixo o vídeo do momento em que "Brinquedo do cão" assume ter vendido seus documentos:

video

Nenhum comentário: